Onde limite é a virgula e não o ponto.


Brincando com elas

29/04/2013 19:25

Ser poeta é brincar de pique esconde com as palavras

Por vezes, elas me acham quando estou escondido na rotina

Por outras,

Eu quem tenho que procurá-las na imensidão de infinitos significados

Quando nos encontramos, a vida faz sentido

 

Texto: Maurício de Carvalho 

Imagem: Google Images

Curtiu? Curta: https://www.facebook.com/poesiassemfronteiras

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!